Ir para o conteúdo

Jurubeba Digital

Voltar a Últimas Notícias
Tela cheia Sugerir um artigo

Censura, milicia religiosa, os cabeças de planilha

1 de Setembro de 2020, 16:57 , por Feed RSS do(a) AntonioCarlosMeloSilva - | No one following this article yet.
Visualizado 6 vezes

Estarrecedor os tais guardiões do Crivella (prefeito da cidade do Rio de Janeiro), ou seja, corroboro com a expressão "capangas", recrutados pela dobradinha Crivella/Bolsonarismo com o intuito de atuarem na frente dos hospitais públicos cariocas intimidando cidadãos que se dispõem em conceder entrevistas aos veículos de comunicação em relação a situação calamitosa da saúde pública carioca.

Os guardiões do Crivella se trata de milicia religiosa, pois, pelo divulgado por setores da imprensa, o DNA das figuras são de elementos pertencentes a igreja de Crivella (igreja universal), foram contratados como terceirizados e/ou DAS's. Tudo isso acontecendo com dinheiro público tão escasso na crise da saúde pública carioca.

O principal canal de imprensa à confrontar a milicia religiosa da igreja universal foi a Rede Globo em função dos ataques a seus jornalistas. A Globo evoca e convoca corações e mentes "Em Defesa Da Liberdade De Expressão".

Mas, a mesma Rede Globo não citou nenhuma linha, nenhuma reportagem subnutrida que seja em defesa do jornalista Luis Nassif, que atua no veículo independente de comunicação - jornalggn.com.br. Assim como a milicia religiosa de Crivella/Bolsonaro tentam intimidar as informações sobre os desmandos, corrupção e desvio de finalidade do dinheiro público na saúde do Rio de Janeiro, o jornalista Luis Nassif vem denunciando o BTG Pactual do Banqueiro André Esteves pela aquisição imensamente suspeita de uma carteira de investimentos de 2,9 bilhoes do Banco do Brasil.

Luis Nassif do GGN e autor da magnifica obra "OS CABEÇAS DE PANILHA" (a quem já prestamos nossa solidariedade), está impedido de informar a sociedade brasileira o que de verdade perpassa nessa empreitada do BTG Pactual com o maior banco público brasileiro. Para isso, vem sistematicamente sendo perseguido com uma enxurrada de ações judiciais por praticar o verdadeiro jornalismo ao denunciar banqueiros especuladores do mercado financeiro. A Globo calou sobre o assunto. Algo a ver com o BTG Pactual ser um de seus principais anunciantes?

 Por falar em censura, no Serpro - Norma TR009 (censura velada), assinada pelo Diretor Jurídico, Governança e Gestão, que aliás está interino na presidência da empresa. Quanta "sutileza" na tal norma. Assunto para nossos próximos capitulos.

 

Censura luis nassif


Fonte: http://blogoosfero.cc/jurubebadigital/galeria/arquivos/blog/censura-milicia-religiosa-os-cabecas-de-planilha