Ir para o conteúdo

Jurubeba Digital

Tela cheia Sugerir um artigo

Últimas Notícias

3 de Abril de 2011, 21:00 , por Desconhecido - | No one following this article yet.

A soberba da república de Curitiba

24 de Agosto de 2018, 18:08, por Feed RSS do(a) ACMDSilva

O representante mor da república de Curitiba - Sérgio Moro juiz de primeiro piso em Fórum realizado em Salvador financiado por empresários (mesmo vaiado), exigiu que os candidatos a presidente se posicionem sobre prisão em segunda instância.

É muita soberba do juiz da Globo que se julga um ser superior como afirmou o desembargador Fravreto. Nenhum candidato a Presidente é obrigado a se sentir pressionado pelo fuhrer de Curitiba. Prisão em segunda instância da forma como o TRF-4 proferiu contra o ex-presidente LULA não merece nenhuma consideração aos apelos demagogos e autoritario do juiz de primeiro piso que vive seu ciclo completo de declínio com muito pouca serventia para as elites burguesas.

 

 



SERPROS: Inabilidade ou Disfarçatez

22 de Agosto de 2018, 8:31, por Feed RSS do(a) ACMDSilva

Repercutindo a possibilidade de transferencia da sede do Serpros do Rio de Janeiro para Brasilia.

Tudo indica que ha pressa em operacionalizar a empreitada pela atual gestão temeraria do serpros e do Serpro.

Tanto é verdade que na segunda-feira (22), a direção temeraria do fundo reuniu os empregados no fim do expediente para lhes comunicar que está em estudo a tal possibilidade.

O que chama atenção como pode em tão pouco tempo se falar em estudos de uma possível transferencia da sede onde o corpo funcional ate então desconhecia o referido assunto.

Pelo andar da carruagem do Das Trevas imagina os participantes já se surpreenderam com a instalação de um escritório em Brasilia. Ou seja, demonstração que  já estão prontos tais estudos,  e a reunião foi pra sentir a receptividade do corpo funcional?

Tudo indica que se o objetivo foi apenas informar o corpo funcional em plena segunda-feira de um assunto tão delicado, isso tem os ingredientes de gestão inabil. Mas, se o objetivo foi de especular o clima organizacional tem ingredientes de disfarçatez e total desrespeito com as questões sociais dos abnegados trabalhadores do Serpros. Isso cria pânico, dispersa o clima organizacional e envereda pela desmotivação nos locais de trabalho.

Essa tentativa de empreitada da transferência de sede nos faz lembrar quando o Serpro tentou implantar o ANTARES nos aureos tempos do finado governo FHC. Um dos mentores desse fracassado monstrengo chama-se Carlos Luiz que esteve na governança da empresa e reza nessa cartilha neoliberal de métodos de gestao que se transformaram em peça de museu, mas eles insistem em métodos ultrapassados. 

Desconfio que o neoliberal Carlos Luiz guindado ao cargo de diretor do Serpros para substituir Tatiane Cérvero Cardoso veio com esse propósito. Sobre o episodio ANTARES, talvez! possamos rememorar em outra oportunidade.

Os aspasianos golpistas escalaram um pau mandado para as redes sociais para tentar justificar os reais motivos da transferência da sede do Serpros. Ao tomarmos conhecimento do conteúdo parido da cidade baixa de Porto Alegre deu vontade de vomitar. Como de costume fez o servico sujo de propositalmente diatorcer os fatos. Isso iremos tratar com muito carinho posteriormente pois ele merece.

 



Resolução congresso nacional da ANAPAR

22 de Maio de 2018, 13:15, por Feed RSS do(a) ACMDSilva

A ANAPAR - Associação Nacional Dos Participantes dos Fundos de Pensão realizou Congresso Nacional Recentemente na cidade no Rio de Janeiro.

O blog jurubebadigital segue seu rito de apoio ao fortalecimento e crescimento nas regiões da ANAPAR. Sendo assim, compartilhamos a resolução para conhecimento de todos e todas.

 

 

 

ManifestoCongressoAnapar2018.docx



Na galeria dos hipócritas nos tempos das trevas

16 de Maio de 2018, 20:52, por Feed RSS do(a) ACMDSilva

Os Aspasianos através de seu principal escudeiro e pau mandado - o Das Trevas Jordaoniano que também funciona como ajudante de ordens do consórcio golpista ASPAS/PREVIC, vem recentemente divulgando nas redes como fake news que fomos "condenados sem dó e piedade" pela CRPC - Câmara de Recursos de Previdência Complementar.

O escudeiro mor o Das Trevas como nos tempos de suas bravatas na casa da moeda, segue o roteiro do golpe generalizado que tomou conta do país na justissa brasileira via STF, no Congresso com a quadrilha de Temer que se instalou no poder, e, não poderia ser diferente com a PREVIC que se transformou num dos braços da farsa lava jato, além de que só na CRPC, do total de conselheiros a PREVIC tem 4 votos, e, são os mesmos que durante o golpe da segunda intervenção negaram todos os nossos recursos, inclusive denuncia factível sobre o abandono das reuniões dos tais "conselheiros eleitos".

Portanto, os conselheiros da PREVIC na CRPC agem como uma plutocracia desvairada cumprindo fidedignamente o rosário de penalidades administrativa sem nenhum critério, não só em relaçao a nossa atuação no SERPROS, bem como em praticamente a maioria dos fundos de pensão.

Mas, o Das Trevas lavajatista com o seu "novo" papel mediocre de falso aprendiz de "justisseiro", onde já recebeu a pecha de al cagueta, pelo menos deveria não ser leviano aos fatos verdadeiros. Fatos distorcidos nas redes só existe uma denominação - fake news.

A verdade verdadeira dos fatos (sendo redundante), que no julgamento da CRPC não houve unanimidade na decisão, pois, o proprio presidente da CRPC não acolheu no processo os argumentos da PREVIC de desrespeito ao estatuto do SERPROS, além disso, nos argumentos do relator, o mesmo, aborda que não nos foi dado o direto ao contraditório, ou seja, a PREVIC não respeitou nosso direito de presunção de inocência, bem como contraditar contra os fatos forjados pela japonesa PREVICana. OU seja, a PREVIC votou em bloco na CRPC, sendo assim, o grande temor dos ASPASIANOS é que não prospere os argumentos de desrespeito ao estatuto, pois se numa obra do destino eles sejam derrotados todos os fatos forjados desse consórcio golpistas estão nulos. É de se lamentar que na audiência da CRPC o representante da ANAPAR não se fez presente e até o presente momento a entidade não se justificou.

Finalmente, para repor os fatos reais e transparente não houve unanimidade na decisão macro, o desdobramento no julgamento na CRPC foi redução das multas de 5 para 2 multas, além de divergência no período de inabilitação. Como a CRPC é instância administrativa e não foi unanimidade os votos todos os nossos direitos de recursos ainda se darão na CRPC, e caso, não prospere nossa defesa temos todos os direitos de arguímos recursos na justiça comum. Portanto, condenação é um desejo de nossos opositores, no mundo real continuamos com todos os nossos direitos sagrados garantidos de cidadãos brasileiros.

Os golpistas ASPASIANOS se utilizam de sua contumaz personalidade para espalhar suas leviandades, são sórdidos, são cínicos, são acima de tudo irresponsáveis, mas dias sim dias não pagarão caro pelas suas tentativas em vão de quererem macular a imagem das pessoas.

A sordidez é tanta dos Aspasianos que o leitor que não atente aos fatos poderá acreditar que fomos nós os promotores do golpe contra o proprio SERPROS. Os porões da ASPAS com o aval da japonesa da PREVIC (os mesmos que nos perseguem na CRPC), sabem perfeitamente de como arquiteram esse concluio contra nosso gestão legitima.

Das Trevas em suas veias pulula sangue tóxico na conformidade com o atual momento das TREVAS GOLPISTAS que permeia em nosso país. Jordaoniano Aspasiano se lambuza com seus atuais ídolos que estão ilustrados na imagem do post abaixo. Além de ajudante de ordens do consórcio golpista vem treinando como aprendiz de justisseiro, provavelmente, tendo como livro de cabeceira as teorias natimortas MORISTA. O juíz é craque de se utilizar da imprensa de esgoto para divulgar fatos distorcidos e seletivos sempre com intuito de destruir a imagem das pessoas. Das Trevas, vocês ASPASIANOS GOLPISTAS não passarão.

 Carruagemgolpista

 

 

 



CHAPECÓ e a omissão do SERPROS

10 de Maio de 2018, 21:40, por Feed RSS do(a) ACMDSilva

Na matéria do dia 9/5, sobre o tema CHAPECÓ, fomos questionados por alguns de nossos seguidores que o email que afirmamos que trata-se dos fatos insofismáveis sobre o pactuamento durante o mandato de nossa gestão nos valores limites de 2 milhões, não era explicito quanto aos fatos.

Sendo assim, vamos esclarecer os fatos de forma transparente:

1- O referido e-mail foi enviado pelos representantes da Chapecó à atual mandataria do SERPROS, mesmo que em outras oportunidades após a posse da tual diretoria temerária e os conselhos do Serpros tenham ocorridos em meados de agosto 2017;

2 - Observem que o email trocado entre as artes remete a data de 03/10/2017 (Termo de Transação Composição Amigável Serpros), com proposta de prazo da CHAPECÓ para a data de 25/10/2017, especificamente à atual diretoria do SERPROS, onde o termo de transação, o mesmo, ainda constava em seu arcabouço a proposição dos 2 milhões nos termos de nossa gestão.

3- Ou seja, durante todo esse período de 03/10/2017 até a data de composição de um acordo judicial que pactuou valores de 3 milhões, isso ocorreu depois da CHAPECÓ judicialmente ter bloqueado valores de uma das contas do SERPROS, conforme já postamos em matéria anterior.

Portanto, além da responsabilidade da PREVIC com o capitão do mato - interventor Parente, e, atual diretoria do SERPROS, concomitantemente o CDE, foram absolutamente omissos em relação ao caso CHAPECÓ e, quando em função de bloqueio na conta bancária do SERPROS deixaram esvair-se das cotas dos participantes - R$ 1.000.000,00 HUM MILHÂO DE REAIS.

Essa omissão chama a responsabilidade do conselho de administração da patrocinadora visando oferecer um posicionamento administrativo, no mínimo. E não adianta esperar nada do diretor da patrocinadora o EMPADUA de rodoviária - ele não entende absolutamente nada de fundo de pensão/previdência complementar.

A nota do SERPROS anteriormente divulgada aos participantes é bem romântica no glossário de previdencia e, com recheios do juriquês. Mas, não afirma que as perdas de R$ 1.000.000,00 será diluída nas cotas dos participantes. Ou seja, pagaremos a conta pelo omissão.

Nao adianta ASPASIANOS se remoerem de ódio golpista, pois quem resolveu enfrentar o assunto CHAPECÓ, foi nossa gestão, contrariamente, todos vocês que controlam com golpe o SERPROS foram omissos e prevaricaram.

Reiteramos o email abaixo objetivando que todos possam comparar o conteúdo do post com o objeto do email dos representantes da CHAPECÓ:

 email chapecó com acordo de 2 milhões..pdf